Enquadramento

A Casa do Povo de São Roque do Faial tem como objetivo promover o desenvolvimento rural, cultural, recreativo e social da comunidade, sendo regida pelos estatutos e pelas disposições legais aplicáveis.Para a prossecução dos objetivos a Casa do Povo conta com apoios e parcerias de forma a concretizar as atividades planeadas. A Casa do Povo de São Roque do Faial é uma Pessoa Coletiva de Utilidade Pública de base associativa, constituída por tempo indeterminado e com o objetivo de promover o desenvolvimento cultural, recreativo e social da comunidade e rege-se pelos presentes estatutos e pelas disposições legais aplicáveis. A Casa do Povo desenvolve atividades para toda a população de São Roque do Faial, desde crianças, adultos e idosos. O serviço que a Casa do Povo presta à população é: escola de música, cursos de formação, grupos culturais, atividades de verão, centro de convívio, entre outras iniciativas que permitem preencher e enriquecer o tempo livre da nossa população. A nível institucional existe uma grande falta de recursos humanos, físicos e financeiros; a nível da população, verifica-se solidão e isolamento na pessoa idosa; ausência de espaços de ocupação de tempos livres; desemprego. Para além das atividades desenvolvidas pela Casa do Povo, existem algumas parcerias/colaborações/apoios com a Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (contrato-programa - evento), a Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania (contrato-programa - funcionamento), o Instituto de Segurança Social da Madeira (acordo cooperação), Câmara Municipal de Santana (contrato-programa), Junta de Freguesia de São Roque do Faial, Escola B1/PE/C do Faial e São Roque do Faial, ASCS - Associação Santana Cidade Solidária, INATEL, ACAPORAMA, ADRAMA, particulares e outros. Uma das prioridades de intervenção será a ocupação das pessoas. Sendo a solidão da pessoa idosa, um dos problemas identificados, a Casa do Povo pretende continuar o seu trabalho na ocupação da mesma. As atividades desenvolvidas por esta associação pretendem dar ferramentas à pessoa desempregada, para o desenvolvimento das suas capacidades. Para a intervenção é necessário definir as estratégias a seguir. Neste sentido, privilegia-se a capacitação, o empoderamento, a participação, orientação e envolvimento. Esta estratégia possibilita a (re)aproximação entre ator/instituição/sociedade, de forma a potenciar as atitudes que permitam o exercício da cidadania, estimulando a participação ativa no processo de mudança. Desenvolver atividades recreativas e culturais a fim de preservar as tradições locais mantendo a sua identidade cultural. Promover atividades de ocupação de tempos livres para crianças, jovens, adultos e seniores. Proporcionar novos conhecimentos. Promover atividades de formação laboral e pós-laboral.